Terça-feira
19 de Fevereiro de 2019 - 

Controle de Processos

Notícias

Newsletter

Secretaria da Educação prossegue fechando salas de aula

Carlos Giannazi está organizando um mapeamento das escolas estaduais que reduziram o número de salas de aula para o ano letivo de 2019. Essa prática, que vem sendo ampliada ano a ano, provoca a superlotação das salas remanescentes, o que prejudica a qualidade do ensino. Além disso, o remanejamento de alunos para unidades distantes de suas residências é um fator que incrementa a evasão escolar. Somente na zona sul da capital, o deputado constatou o fechamento de salas em 8 escolas: Juventina Patrícia Sant"Ana (Diretoria de Ensino Região Sul 1), Nair Olegário Cajueiro e Waldir Rodolpho de Castro (DER Sul 2), Beatriz Lopes, Dom Duarte Leopoldo e Silva, José Vieira de Moraes, Juventina Marcondes Domingues de Castro e Loteamento das Gaivotas 2 (DER Sul 3). "A escola Beatriz Lopes, na região da Cidade Dutra, por exemplo, teve o fechamento de 10 salas. Na escola José Vieira de Moraes, no bairro do Rio Bonito, são pelo menos mais 10 salas cuja abertura não foi autorizada. São duas unidades com demanda altíssima, por isso é um absurdo o que o Estado está fazendo, um verdadeiro crime". Também na DER Centro, foi constatado o fechamento de salas nas escolas Caetano de Campos, Miss Browne e João Kopke, e na DER Centro-Oeste, na escola Alberto Levy. Mas o levantamento está apenas começando. Informações preliminares dão conta de que a situação se repete em praticamente todos os municípios paulistas. Assim que forem colhidos mais dados, um relatório será enviado ao Ministério Público.
07/02/2019 (00:00)
Visitas no site:  541580
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia