Quinta-feira
17 de Janeiro de 2019 - 

Controle de Processos

Notícias

Newsletter

Programa Judiciário Eficiente avalia unidades em busca de excelência de gestão

Objetivo é estimular cultura de gestão e elevar produtividade.         O programa Judiciário Eficiente, que reconhece a produtividade das unidades judiciais de 1º Grau por meio da concessão de selos (Ouro, Prata e Bronze), está em sua segunda edição. O período de avaliação começou em 1º de outubro do ano passado e vai até 30 de setembro de 2019. Por meio do projeto, a alta administração do Tribunal pode observar e avaliar as necessidades e carências das unidades com menor produtividade, bem como propagar as boas práticas de unidades que apresentaram desempenho positivo.         Por meio da avaliação do Índice de Produtividade dos Servidores (IPS) será realizada a outorga de selos de eficiência referente às atividades no biênio 2018/2019. O IPS é um dos índices utilizados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no relatório “Justiça em Números” e mede quantos processos foram baixados por servidor, ao longo de um ano. Se a unidade baixou 1.700 processos, por exemplo, tendo uma força de trabalho de dez servidores, seu IPS equivale a 170.         Um total de 1.715 unidades judiciais do Estado foi agrupado conforme o porte – central, grande, médios 1 e 2 e pequenos 1, 2 e 3 –, dentro das competências cível, criminal, cumulativa e juizado especial, exceto júris com execução criminal e execução fiscal, que não apresentam pisão por portes. As unidades que atingirem um IPS maior ou igual ao valor do percentil 25 e menor que o percentil 75 do IPS referência receberão o selo bronze; unidades cujo valor for maior ou igual ao valor do percentil 75 e menor que o percentil 95 do IPS referência terão o selo prata; e unidades com valor igual ou superior ao percentil 95 receberão selo ouro. Cada distinção poderá ser outorgada a toda unidade judicial que atender aos requisitos de avaliação, não existindo um ranking das melhores unidades, apenas a condecoração com os selos de eficiência.                  imprensatj@tjsp.jus.br
16/01/2019 (00:00)
Visitas no site:  530708
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia